Quarta, 13 Fevereiro 2013 14:41

Líderes religiosos saem em defesa do pastor Silas Malafaia em meio à polêmica do ‘De Frente com Gabi’

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

 

Depois da polêmica entrevista do pastor Silas Malafaia no “De Frente com Gabi” do SBT, muitos manifestaram suas críticas às suas declarações, principalmente militantes e simpatizantes da causa LGBT. Entretanto, outros também saíram em defesa do pastor, usando as redes sociais, blogs e YouTube.

“É fácil criticar Silas Malafaia sentado na poltrona. Calce os seus sapatos, experimente andar, depois diga se ainda tem a mesma opinião”, disse o pastor Silmar Coelho, da Igreja Viva Taquara, especialista nas áreas de família e formação de líderes.

As declarações do pastor Silas Malafaia causaram um debate ferrenho sobre a homossexualidade, bem como a sua relação com a genética.

Um geneticista, doutorando em genética pela Universidade de Cambridge, chegou a gravar um vídeo para rebater as afirmações de Malafaia de que a homossexualidade é comportamento e que não tem a ver com a genética. Eli Silvieira afirmou que sim, a genética tem a ver com o homossexualismo, apresentando estudos em um vídeo no YouTube, que foi visualizado mais de 1 milhão de vezes.

Em defesa de Malafaia, um advogado católico gravou um vídeo resposta para combater as declarações do geneticista, falando que são argumentos “extremamente falaciosos” e “difíceis de comprovar”.

Para o pastor, toda a argumentação apresentada pelo geneticista é “apenas suposição científica, sem proval real, e tremendamente questionada pela própria genética”.

As afirmações de Silas Malafaia na entrevista também incomodaram o Conselho Federal de Psicologia que repudiou as suas declarações. “É lamentável que exista um profissional que defenda uma posição de retrocesso que chega a ser quase inquisitório, colocando como vertentes do seu pensamento a exclusão e o preconceito na leitura dos Direitos Humanos.”

A polêmica com o CFP vem desde antes, quando o conselho cogitou cassar o registro de psicólogo do pastor por pedido dos movimentos gays. Os militantes homossexuais alegaram práticas homofóbicas nos discursos do pastor. Segundo Malafaia, houve pelo menos três tentativas de cassação de registro e que foram rejeitas pelo Conselho.

Em defesa do pastor Silas, a psicóloga cristã Marisa Lobo foi ao seu Twitter para divulgar uma petição online para impedir a cassação de registro de psicólogo de Malafaia. A petição foi criada por Ricardo R. Brasil para ser entregue para Senhora Vivian de Almeida Fraga, Presidente do CRP/RJ.

“O grupo de intolerantes LGBT. Está tentando cassar o registro de psicólogo do pastor Silas Malafaia…***Não vamos permitir que isso aconteça**”, diz a petição.

A petição requer mais de 200 mil assinaturas.

Fonte: Diário Gospel

Lido 1593 vezes

Jovens Consagrados